Radio Havana Cuba

Uma voz de amizade que percorre o mundo

  • Siga-nos em

#NoMasBloqueo #SolidaridadVsBloqueo

Cuba se propõe elevar a qualidade de vida das pessoas com câncer

Quatro de fevereiro é o Dia Mundial contra o Câncer, uma doença que constitui a segunda causa de morte no continente americano. Estima-se que perto de três milhões de pessoas são diagnosticadas e um milhão trezentas mil morrem em consequência deste mal a cada ano.

A jornada mundial, portanto, é uma oportunidade para conscientizar e chamar a atenção sobre o fato de que todos, em nível individual e coletivo, podemos ajudar a prevenir e controlar o câncer.

A estratégia traçada por Cuba contra essa doença envolve um pacote de ações encaminhadas a controlar o padecimento até onde for possível e elevar a qualidade de vida dos pacientes.

Uma das grandes vantagens é contar com um sistema de atendimento primário muito bem estruturado, que possibilita desde a prevenção até o acompanhamento dos pacientes e as famílias.

O atendimento primário permite educar os cidadãos para fomentar hábitos de vida saudáveis que reduzam as possibilidades de o câncer aparecer. Aliás, esta estratégia é apoiada pelos meios de comunicação.

Com este sistema também é possível manter o acompanhamento médico à população e pesquisar algumas localizações da doença a fim de detectar o padecimento, controlá-lo, e dar as pessoas que sofrem do mal uma qualidade de vida melhor.

A primeira vacina contra o câncer do pulmão foi criada pelo Centro de Imunologia Molecular de Cuba sendo aplicada grátis aos pacientes cubanos.

Segundo os médicos cubanos, é um tratamento novo, único no mundo, que não permite avançar a patologia e não afeta a qualidade de vida das pessoas.

São colocadas em prática, também, iniciativas como Asas pela Vida, que reúne mulheres que enfrentaram o câncer de mama e cujo propósito é apoiar as operadas para sua reinserção social.

Este projeto, com oito anos de vida, oferece às mulheres a confiança necessária para que possam continuar suas vidas sem limitações. Em Cuba, existem 17 grupos cujo principal suporte é a família.

Cuba reforça o trabalho para tornar mais efetivos os programas de saúde com a incorporação de novas tecnologias de diagnósticos, ensaios clínicos com medicamentos, pesquisas em massa, ações educativas. O objetivo é que o câncer seja uma doença crônica a mais de longo período de controle, e que as pessoas possam viver muitos anos.

 

Editado por Martha C. Moya
Comentários
Deixe um comentário
Contador de Visitas

3862835

  • maxima: 19729
  • yesterday: 4903
  • today: 1071
  • online: 153
  • total: 3862835