Radio Havana Cuba

Uma voz de amizade que percorre o mundo

  • Siga-nos em

#NoMasBloqueo #SolidaridadVsBloqueo

Fidel presente nos mais de 11 milhões de cubanos

Presente nos mais de 11 milhões de cubanos, o líder histórico da revolução cubana, Fidel Castro, teria completado 91 anos no último domingo, 13 de agosto, uma vida dedicada ao bem-estar de seu povo e na defesa das causas justas do mundo.

Fidel Castro foi um homem excepcional, que, como dissera o presidente cubano, Raúl Castro, está vivo em cada cubano que trabalhe e defenda a revolução.

O povo cubano homenageou no último dia 13 de agosto um homem que deixou marca indelével não só em Cuba, mas também no mundo, por seu carisma, inteligência, dignidade, perseverança e humanismo.

De profundos conhecimentos, visão clara e fácil oratória, Fidel nunca deixou ninguém indiferente, nem amigos, nem inimigos. Marcou um antes e um depois não só na história de Cuba, mas também na América Latina.

Para Cuba, a revolução que liderou significou o fim de quatro séculos de dominação colonial e neocolonial. Já para América Latina, se converteu num exemplo de resistência e dignidade.

Foi amigo dos mais pobres e humildes, defendeu-os nos diferentes fóruns internacionais e denunciou as injustiças contra eles cometidas defendendo seu direito à vida.

Batalhou pelo direito à educação, à saúde e à alimentação. Sob sua liderança, a revolução cubana escreveria verdadeiras páginas de solidariedade nos lugares mais diversos do planeta.

Profissionais da saúde e pedagogos cubanos levaram a esperança aos povos que a necessitaram, para garantir o direito à vida e deixar atrás a ignorância, que ainda, hoje em dia, em pleno século 21, castiga milhões de pessoas.

Fidel viveu para seu povo e com suas ações cumpriu o Programa do Moncada, em que denunciou os males que flagelavam Cuba e as medidas que deveriam ser tomadas ao triunfar a revolução em benefício de todos.

Fiel seguidor das ideias de José Marti, Fidel Castro não decepcionou aqueles desempregados, operários, camponeses, professores e demais segmentos da sociedade cubana, que, antes de janeiro de 1959, viviam em precárias condições.

Propulsou profundas transformações que devolveram a dignidade aos marginalizados e conduziu Cuba a que fosse, hoje em dia, uma referência nas áreas de saúde e educação.

Como seu mestre e guia – o Herói Nacional de Cuba José Marti – soube ver e denunciou as verdadeiras intenções dos EUA com relação aos povos latino-americanos, explorados e saqueados pelas multinacionais norte-americanas.

O líder da Revolução cubana travou muitas batalhas ao longo de sua vida merecendo a admiração de muitas pessoas no mundo. Fidel Castro tinha muitos amigos entre os milhões de pobres do planeta, aos que defendeu e pelos que ergueu sua voz.

Como afirmara o presidente boliviano, Evo Morales, Fidel foi um verdadeiro pai dos excluídos, dos discriminados, dos mais pobres do mundo, porque não só garantiu educação e saúde a Cuba, mas também tirou muitos povos do mundo do analfabetismo. E fez milagres para os humildes.


 


 


 


 

Editado por Lorena Viñas Rodríguez
Comentários
Deixe um comentário
Contador de Visitas

3861529

  • maxima: 19729
  • yesterday: 4037
  • today: 4668
  • online: 201
  • total: 3861529