Feira Internacional do Livro de Havana em sua 27a edição

Por Maria Josefina Arce

Na última quinta-feira abriu as portas um dos eventos culturais mais esperados pelos cubanos, especialmente crianças e jovens: a Feira Internacional do Livro de Havana, um espaço onde convergem os amantes da literatura, em busca das últimas novidades dentro e fora do país.

A 27a edição do encontro literário reúne representantes de 40 nações sendo a China o país convidado de honra. O costume de indicar em cada edição um convidado de honra é muito bem visto pelo público, porque permite conhecer escritores e os êxitos editoriais de nações longínquas.

Mais de três mil obras de diferentes gêneros, a maioria traduzida ao espanhol e ao inglês, estão à disposição dos leitores cubanos para que conheçam mais de ciência, cultura e sociedade.

Os cubanos também poderão mergulhar na milenar cultura da China, através das galas de artistas chineses no Grande Teatro de Havana “Alícia Alonso”, nesta sexta-feira e sábado, às vésperas do Ano Novo Chinês.

A Feira contará, também, com a presença de editoras peruanas, espanholas e panamenhas e uma delegação venezuelana.

Juan Rodriguez Cabrera, presidente do Instituto Cubano do Livro, afirmou que o público no Forte de San Carlos de La Cabaña, sede principal, poderá escolher entre mais de 600 novidades literárias que somam por volta de dois milhões e meio de exemplares.

O evento ao longo do país contará com 4.000 títulos entre reimpressões e novas obras que garantem a venda de por volta de quatro milhões de exemplares em todas as províncias cubanas.

Um grande atrativo é a presença da empresa cubana de tecnologias da informação e serviços telemáticos, que lançará 25 novidades. Materiais em diferentes formatos como livros eletrônicos, multimídia, vídeos, jogos e aplicações para celulares poderão ser adquiridos pelos visitantes.

Como de costume, a Feira Internacional do Livro de Havana não se limitará ao Forte de San Carlos de la Cabaña, estará presente, também, em outros 22 recintos para satisfazer o público. Este evento é o acontecimento mais importante do movimento editorial cubano, impulsionado pelo líder histórico da Revolução Cubana, Fidel Castro.

A Universidade de Havana, a Biblioteca Nacional José Marti e o Pavilhão Cuba são outros espaços onde os interessados poderão adquirir livros e participar de palestras com intelectuais de Cuba e de outras nações. Além disso, haverá atividades exclusivas para crianças e jovens.

A Feira Internacional do Livro é dedicada neste ano ao doutor Eusébio Leal, Historiador de Havana.

Após permanecer aberta nesta capital até o fim da semana que vem, a Feira inciará uma viagem pelo resto do território nacional, para fomentar o hábito de leitura e enriquecer o acervo cultural.

Muitíssimas pessoas trabalham com afinco para que a Feira Internacional do Livro de Havana seja, todos os anos, um dos eventos culturais mais importantes de Cuba e da América Latina, esperado ansiosamente pela família cubana.

 

 

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários

  • edmundo's gravatar
    edmundo
    15/02/2018 05:57 am

    soy edmundo alfama,de guinea bissau,estudie en cuba en los anos 80 e pretendo saber como puedo adquirier el libro HASTA SIEMPRE FIDEL de autora AMELIA DUARTE DE LA ROSA


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up