Radio Havana Cuba

Uma voz de amizade que percorre o mundo

  • Siga-nos em

#NoMasBloqueo #SolidaridadVsBloqueo

Cuba aprofunda laços com Fundo da OPEP para o Desenvolvimento

Por: María Josefina Arce

O Fundo da OPEP para o Desenvolvimento surgiu em 1976. Desde então, esse órgão da Organização de Países Exportadores de Petróleo estabeleceu laços com nações de vários continentes para promover seu progresso econômico e social.

Nesta região, a AEC – Associação de Estados do Caribe tem promovido as relações com o Fundo para levar adiante diversos programas e fomentar o comércio. Há dois anos, a Nicarágua assinou convênio para ampliar a rede de distribuição de energia elétrica na zona rural, especialmente no litoral do Caribe.

Cuba também tem sido beneficiada com a política do organismo multilateral, que fomenta a solidariedade a a colaboração com nações em vias de desenvolvimento.

Recentemente, as autoridades cubanas assinaram acordo de concessão de crédito de 25 milhões de dólares, em condições de juros baixos, destinado ao projeto do sistema de saneamento e abastecimento de água potável na província de Las Tunas, no leste do país.

O plano inclui a execução de obras que permitirão melhorar o sistema de drenagem e tratamento de esgoto na localidade, com a construção de duas estações de bombeamento residual de capacidade nominal mínima de 35 litros por segundo.

O programa em Las Tunas é semelhante aos que se executam em Trinidad, Bayamo, Guantánamo e Palma Soriano com a ajuda financeira do Fundo da OPEP para o Desenvolvimento. Fazem parte de um amplo projeto hidráulico de alcance nacional encaminhado a melhorar as condições de vida da população cubana.

A colaboração entre ambas as partes não se restringe à esfera hidráulica. Também está presente noutros setores como a energia renovável. No ano passado, a entidade concedeu um crédito de 45 milhões de dólares, com juros baixos, para contribuir à modernização e diversificação da matriz energética desta Ilha através do incremento da capacidade instalada de energia renovável, neste caso, a energia solar.

Cuba e esse órgão da OPEP assinaram nos últimos tempos cerca de dez convênios desse tipo, com grande impacto econômico e social, nos setores da agricultura, reabilitação de redes elétricas e sistemas de aqueduto e esgoto. Também, na área de energia renovável em várias províncias cubanas.

Oito projetos já concluíram e estão funcionando, e outros cinco estão em andamento. Isso demonstra o alto nível das relações entre ambas as partes e o interesse do Fundo em impulsionar a chamada Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez
Comentários
Deixe um comentário
Contador de Visitas

6770462

  • maxima: 19729
  • yesterday: 4748
  • today: 4644
  • online: 178
  • total: 6770462