Radio Havana Cuba

Uma voz de amizade que percorre o mundo

  • Siga-nos em

#NoMasBloqueo #SolidaridadVsBloqueo

A ciência a serviço da produção de alimentos

Cuba está mergulhada em grandes transformações rumo à construção de um socialismo próspero e sustentável em benefício de todos. Nesse processo, a produção de alimentos constitui uma prioridade do governo.

Daí que se trate de fortalecer a relação entre ciência e agricultura para poder produzir mais no país e reduzir as importações nessa área. O propósito está espelhado nas diretrizes da política econômica e social do Partido e a Revolução.

Nesse ponto, além de aumentar os rendimentos é preciso tornar sustentável o setor, sem afetar o meio ambiente. Assim, buscam-se alternativas para reduzir o uso de fertilizantes e praguicidas químicos.

O grupo empresarial LABIOFAM e outros centros de pesquisa trabalham na obtenção de produtos biológicos que cumpram essa função sem prejudicar o entorno natural.

Graças ao esforço dos pesquisadores cubanos, LABIOFAM oferece hoje um leque de biofertilizantes e biopraguicidas que se utilizam no país e são exportados a mais de 90 nações. Sua aplicação permite substituir produtos químicos no programa agrícola nacional e no controle de insetos, ratos e outros vetores.

Esse grupo empresarial está erguendo duas novas fábricas nas províncias de Havana e Villa Clara.

Dentro da estratégia das autoridades cubanas nessa esfera, foi inaugurado recentemente um laboratório de biotecnologia vegetal na província de Guantânamo, adjunto à Faculdade Agroflorestal de Montanha.

A instalação vai promover a pesquisa científica em torno do cultivo de tecidos vegetais e produzir sementes e pés de várias plantas com perspectivas de melhores rendimentos agrícolas e resistência às pragas e enfermidades.

O laboratório vai contribuir, também, à formação de engenheiros agrônomos e florestais, e à superação de profissionais nessa área.

As autoridades cubanas apostam no fortalecimento desse setor no país com vistas a potenciar a produção e garantir a segurança alimentar da população, reduzindo ao mesmo tempo as despesas com importações.

(M.J. Arce, 4 de abril)

Editado por Juan Leandro
Comentários
Deixe um comentário
Contador de Visitas

4940353

  • maxima: 19729
  • yesterday: 3670
  • today: 777
  • online: 96
  • total: 4940353