Cuba e Vietnã rumo a laços mais fortalecidos

Foto: Archivo.

M.J. Arce

O Vietnã acompanha Cuba em seus esforços para avançar na construção do socialismo. Nesse propósito, os dois países estão interessados em continuar dinamizando as relações comerciais elevando-as ao mesmo nível das políticas.

O intercâmbio bilateral se mantém na média de 240 milhões de dólares por ano. Porém, a intenção é dobrar esse volume a curto prazo e ratificar a nação asiática como segundo parceiro de Cuba nesse continente.

Nesse objetivo se insere a recente visita a Havana da vice-presidente vietnamita, Dang Thin Ngoc Thinh. Sua agenda incluiu reuniões com as máximas autoridades do país e o acompanhamento de projetos conjuntos de grande interesse econômico. Ela esteve na província de Pinar del Rio, onde seus especialistas contribuem a elevar o rendimento no setor agrícola.

Aliás, a quinta etapa do projeto de colaboração nas plantações de arroz se estenderá até 2023. Até lá, se prevê garantir a sustentabilidade do programa através da capacitação do pessoal e o fornecimento de equipamentos.

A vice-presidente vietnamita visitou o balneário de Varadero, na província de Matanzas, um dos principais polos turísticos de Cuba. Disse que os homens de negócios do seu país estão interessados em investir, principalmente no setor do turismo.

Cabe lembrar que a nação asiática está presente na Zona Especial de Desenvolvimento de Mariel, erguida nos arredores do porto do mesmo nome perto de Havana. Em novembro passado, a empresa vietnamita Vimariel S.A. começou a construir um parque industrial para produzir vários itens de alto valor agregado.

Nos últimos meses aumentaram os contatos entre empresários de ambos os países para continuar examinando novas áreas de intercâmbio. Em maio passado, esta capital foi sede de um foro bilateral de negócios no marco da visita do vice-presidente da Câmara de Comércio e Indústria do Vietnã, Vo Tan Thanh.

Um mês antes, decorrera em Hanói a 8ª Sessão do Comitê Empresarial Bilateral. Naquela ocasião foi apresentado o portfólio cubano de negócios e oportunidades de investimentos. O documento mostra 525 opções de projetos no montante de mais de 11,6 bilhões de dólares. Tem a ver com a pecuária, indústrias alimentar e leve, sideromecânica, química, turismo e minérios.

No aniversário 60 do estabelecimento das relações diplomáticas bilaterais, Cuba e Vietnã trabalham juntas pelo bem-estar de ambos os povos. O respeito, irmandade, solidariedade e dinâmica de colaboração caracterizam os laços, que têm se fortalecido ao longo dos anos.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up