Radio Havana Cuba

Uma voz de amizade que percorre o mundo

  • Siga-nos em

#NoMasBloqueo #SolidaridadVsBloqueo

Tabaré Vazquez volta à presidência do Uruguai

A Frente Ampla foi confirmada como a primeira força política do Uruguai. Seu candidato, Tabaré Vazquez, ganhou o 2o turno das eleições gerais realizado no último domingo.

Vazquez obteve quase 54 por cento dos votos, entrementes, seu rival, o conservador Luis Lacalle, do Partido Nacional, ficou com 41 por cento.

O candidato da Frente Ampla, que já foi chefe de Estado de 2005 a 2010, terminou aquele mandato em meio a grande popularidade. A mesma aceitação obteve seu sucessor, o atual presidente José Mujica.

Por isso, os analistas coincidem em que a vitória de Tabaré Vázquez é, também, um reconhecimento a Mujica, que não podia se apresentar à reeleição por imperativo constitucional.

Anunciada por pesquisas e analistas, a vitória do candidato da Frente Ampla deixa claro o apoio dos uruguaios à gestão da Frente Ampla, que chegou ao poder em 2005, justamente através de Tabaré Vazquez, trazendo estabilidade econômica e programas sociais em favor de toda a sociedade.

Sob o mandato da Frente, a economia cresceu em média 5,7 por cento ao ano, e foram criados numerosos postos de trabalho, o que possibilita o nível de desemprego historicamente baixo.

A diminuição da pobreza é outra conquista do governo de esquerda, que, em quase dez anos, reduziu-a de 40 a 11 por cento, diminuindo a desigualdade existente no país sul-americano.

A vitória de domingo passado vem a consolidar a liderança da Frente Ampla, que, no primeiro turno dos pleitos, realizado em 26 de outubro passado, obteve a maioria na Câmara de Deputados com 50 das 99 cadeiras. Agora, soma o controle do Senado, isto porque no Uruguai o vice-presidente é o chefe desse órgão legislativo. Esse posto corresponde ao companheiro de chapa de Vazquez: Raúl Sendic.

Esta organização política ganhou, também, em 15 dos 19 departamentos do país, onde em maio de 2015 se realizarão eleições departamentais e municipais, última fase do prolongado cronograma eleitoral uruguaio.

Vázquez deixou claro que tem a intenção de continuar aplicando a política social focada na proteção das camadas mais vulneráveis da população. Tem em mente criar um programa de moradia social para 38 mil famílias pobres do país, bem como melhorar o sistema de educação.

O presidente eleito pediu a todos trabalharem unidos pelo futuro do Uruguai. Em seu discurso, sentenciou: foi o Uruguai que ganhou nas eleições e isto nos une e nos identifica.

 

 

 

 

Editado por Juan Leandro
Comentários
Deixe um comentário
Contador de Visitas

7014051

  • maxima: 19729
  • yesterday: 7938
  • today: 7644
  • online: 153
  • total: 7014051