Radio Havana Cuba

Uma voz de amizade que percorre o mundo

  • Siga-nos em

#NoMasBloqueo #SolidaridadVsBloqueo

MENSAGEM 31 DEZEMBRO

O novo ano é sempre algo transcendental na vida das pessoas e das nações. É uma data para a evocação, a meditação e a alegria. Para os cubanos, o primeiro de janeiro marca o aniversário 58 da vitória da Revolução que pôs fim a uma ditadura sangrenta e abriu uma nova etapa de mudanças e realizações...

Nos últimos doze meses foram muitas as transformações no processo de aperfeiçoamento da sociedade e a economia em Cuba. Foram celebrados vários aniversários de acontecimentos importantes, entre eles o 55 da vitória sobre a invasão mercenária em Playa Girón, na Baía dos Porcos, da fundação da nossa emissora Rádio Havana Cuba e da proclamação do país como território livre de analfabetismo. Todos esses fatos estiveram marcados profundamente pelo pensamento e ação do líder histórico da Revolução cubana, Fidel Castro...

Em 25 de novembro passado, quando se cumpriam 60 anos da partida do porto mexicano de Tuxpan do iate “Granma”, levando a bordo 82 expedicionários encabeçados por Fidel, faleceu o inesquecível Comandante em Chefe. Esse dia ficará para sempre na memória dos cubanos e de muitos amigos no mundo...

Também serão recordados os nove dias de luto nacional, a enorme mobilização popular para despedir Fidel ao longo de todo o território nacional, a presença de muitos chefes de Estado e de governo e personalidades da América Latina, África, Ásia e Europa, os atos de massa realizados na Praça da Revolução “José Martí”, em Havana, e na “Antonio Maceo”, de Santiago de Cuba, e a cerimônia, solene e íntima, de colocação de suas cinzas no cemitério Santa Ifigênia, muito perto de onde repousam os restos de José Martí, apóstolo da independência e principal fonte de inspiração da obra grandiosa do líder cubano.

onclui 2016, e apesar da nova vitória na Assembleia Geral da ONU ao ser aprovada pela 25ª ocasião uma resolução contra o bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos EUA a Cuba desde o começo dos anos 60, essa medida agressiva e genocida continuou vigente. Também se manteve a guerra radiofônica e televisiva a partir do território norte-americano, não foi abolida a chamada Lei de Ajuste Cubano que incentiva a emigração ilegal, e não foi fechado o cárcere nem devolvido a Cuba o terreno ocupado pela Base Naval de Guantánamo, instalada no leste de Cuba pelos EUA há 113 anos...

Nesse contexto, em 2016 fortaleceu-se notavelmente a presença de Cuba no mundo. O país exerceu com responsabilidade e espírito unitário a presidência rotativa da CARICOM, Comunidade de Estados Caribenhos, e foi alvo do reconhecimento de instituições tão importantes como a OMS, Organização Mundial da Saúde, e a UNESCO, Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura...

O coletivo internacionalista de Rádio Havana Cuba conclui um ano de trabalho frutífero em sua missão de levar ao mundo a realidade dos nossos povos, combater a mentira e reivindicar o direito de todos à informação veraz num mundo no qual prevalecem as desigualdades, os egoísmos e as guerras injustas...

Com a verdade como bandeira, junto aos oprimidos em todo canto do mundo, transmitimos em sete idiomas pela onde curta, FM e internet, e desde nosso site na internet utilizamos as novas tecnologias para que não se perca jamais a memória histórica nem a ética na maneira de informar...

Neste aniversário 58 daquele amanhecer de janeiro, que teve em Fidel Castro seu principal protagonista, iniciamos 2017 ratificando na própria voz de Fidel seu conceito de Revolução, que constitui a síntese brilhante do seu legado político arvorado hoje pela imensa maioria dos cubanos...


 

Editado por Martha C. Moya
Comentários
Deixe um comentário
Contador de Visitas

3831039

  • maxima: 19729
  • yesterday: 4441
  • today: 1892
  • online: 215
  • total: 3831039