Cuba condena sabotagens contra sistema elétrico na Venezuela

Havana, 12 de março (RHC).- Cuba condenou as sabotagens contra o sistema elétrico na Venezuela. Sublinhou que se trata de um ato terrorista cujo propósito é prejudicar a população e utilizá-la como refém da guerra não convencional travada pelos EUA contra o governo do presidente legítimo Nicolás Maduro.

Declaração oficial do governo cubano destaca que políticos norte-americanos se apressaram em celebrar a ação, que priva a população de um serviço básico fundamental, afeta o trabalho e impede o funcionamento de hospitais, escolas e universidades.

A experiência histórica de Cuba ensina que essas ações constituem o prelúdio de atos violentos de maior envergadura, portanto a comunidade internacional deve estar sobre aviso. O ataque contra a Venezuela – aponta o texto – vem acompanhado de uma feroz campanha de propaganda macartista e mentiras como a de que Cuba teria 25 mil efetivos militares no país sul-americano exercendo domínio sobre os integrantes da Força Armada Nacional Bolivariana.

A declaração oficial do governo cubano rejeita de maneira categórica essa mentira e adverte que a tendência a mentir sem freio nem limite por parte do governo dos EUA já teve consequências perigosas no passado que poderiam se repetir hoje.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up