Cuba reitera disposição de compartilhar com outros países sua experiência contra a Covid-19

Havana, 15 de julho (RHC).- Cuba reiterou que está disposta a compartilhar com outros países sua experiência na luta contra a pandemia e prestar assessoria nessa matéria, inclusive com os EUA.

No Twitter, o vice-chanceler Rogelio Sierra lembrou que esta Ilha já colabora com várias nações no enfrentamento ao Sars-Cov2, para o qual ainda não existe uma vacina efetiva.

Noutra mensagem, ressaltou que o trabalho solidário e humanista das dezenas de milhares de profissionais cubanos da saúde em mais de 60 países não merece ser questionado a partir de mentiras e deturpações.

Referiu-se às medidas unilaterais tomadas pelos EUA contra Cuba, e mencionou as pressões sobre os governos que têm acordos com esta Ilha para que deixem de receber essa colaboração médica.

As campanhas veiculadas por Washington tratam de mostrar que os profissionais da saúde cubanos são forçados a participar dessas missões, qualificando-as de expressão de tráfico humano.

O vice-chanceler sublinhou que a incorporação é voluntária, sob o amparo de contratos e convênios assinados com os governos das nações às quais são enviadas as brigadas médicas.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up