Meio ambiente é uma das prioridades em Cuba

Havana, 1° de outubro (RHC).- Cuba reiterou na ONU que o meio ambiente é uma das prioridades no país. Falando na Cúpula sobre Biodiversidade pela via online, a ministra de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente, Elba Rosa Pérez, afirmou que o objetivo é garantir um entorno sadio e equilibrado.

Indicou que a implantação do Programa Nacional de Diversidade Biológica no período 2016-2020 permitiu avançar na gestão sustentável e na restauração dos ecossistemas marítimos, litorâneos e terrestres.

“Também se incrementam as ações de prevenção e enfrentamento às ilegalidades que afetam a diversidade biológica, sendo adotado um plano governamental para atender esse problema, além de fortalecer o sistema nacional de áreas protegidas, que cobre 20,4% do território cubano”, sublinhou a ministra.

Pérez referiu-se à meta de cobrir 33% do território nacional com bosques até 2030, reutilizar 15% da água consumida, reduzir progressivamente o plástico que se usa somente uma vez, e diminuir outras fontes de poluição terrestre.

“Também se contempla a geração de energia renovável até 24% do total, e a busca de soluções financeiras que contribuam a cumprir as metas nacionais de biodiversidade”, frisou.

Nesse ponto, comentou o forte impacto negativo do bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos EUA, vigente há quase 60 anos, que gera grandes dificuldades na disponibilidade de recursos para essas tarefas. Também, os efeitos da pandemia em todos os setores em termos globais.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up