Radio Havana Cuba

Uma voz de amizade que percorre o mundo

  • Siga-nos em

#NoMasBloqueo #SolidaridadVsBloqueo

Autoridades da aviação civil serão julgadas na Bolívia por tragédia do Chapecoense

Havana, 21 de dezembro (RHC).- O governo da Bolívia anunciou que serão julgadas autoridades da aviação civil por sua responsabilidade no desastre da aeronave da companhia LaMia, em 28 de novembro passado.

O aparelho ficou sem combustível pouco antes de chegar ao aeroporto de Medellín, na Colômbia. Na queda morreram quase todos os integrantes do clube de futebol brasileiro Chapecoense, que ia disputar a final da Copa Sul-americana.

O ministro boliviano de Obras Públicas, Milton Claros, disse que são investigados o responsável da Direção Geral de Aeronáutica Civil, César Varela, e o diretor da Administração de Aeroportos e Serviços Auxiliares à Navegação Aérea, Tito Gandarillas, por suspeita de omissão administrativa e não cumprimento dos deveres.

Porém, Claros esclareceu que a responsabilidade direta do acidente é da companhia LaMia e do piloto Miguel Quiroga, que morreu no desastre. Quiroga era um dos proprietários da empresa, que operava com uma só aeronave. “Ele agiu como empresário, não como piloto”, afirmou o ministro boliviano.

 

Editado por Martha C. Moya
Comentários
Deixe um comentário
Contador de Visitas

6635170

  • maxima: 19729
  • yesterday: 4355
  • today: 3423
  • online: 137
  • total: 6635170