Radio Havana Cuba

Uma voz de amizade que percorre o mundo

  • Siga-nos em

#NoMasBloqueo #SolidaridadVsBloqueo

Prensa Latina divulga resultado de enquete do “Melhor do Ano” na América Latina

Havana, 22 de dezembro (RHC).- A agência noticiosa Prensa Latina, com sede em Havana, revelou os resultados de sua tradicional enquete do “Melhor do Ano” no esporte da América Latina e Caribe.

O corredor jamaicano Usain Bolt e a saltadora colombiana Caterine Ibarguen foram os mais votados no esporte individual. Esta é a sexta ocasião em que Bolt ganha a distinção. Este ano, o velocista conquistou três medalhas de ouro na Olimpíada do Rio, nos 100, 200 e revezamento de 4x100 metros. Ibarguen foi a monarca dos Jogos no salto em distância e levou o título também na Liga de Diamante de atletismo.

Na lista estavam, também, o lutador cubano Mijaín López, o tenista argentino Juan Martín del Potro, a tenista porto-riquenha Mónica Puig, a corredora jamaicana Elaine Thompson, os ciclistas colombianos Nairo Quintana e Mariana Pajón, o futebolista chileno Alexis Sánchez, a judoca argentina Paula Pareto e os pugilistas cubanos Julio César La Cruz, Arlen López e Robeisy Ramírez.

Quanto à melhor equipe de 2016 na América Latina e Caribe, a que recebeu mais votos na enquete da Prensa Latina foi a seleção de futebol do Brasil, ouro nos Jogos do Rio em agosto passado. Foi o primeiro título olímpico do futebol brasileiro, que ao longo da história acumula cinco em Copas do Mundo: Suécia'1958, Chile'1962, México'1970, EUA'1994 e Japão/Coreia do Sul'2002.

Os demais prestigiados na enquete foram o time de futebol do Chile, as equipes masculinas de hóquei da Argentina e de futsal do Brasil, e também o Chapecoense, dizimado na tragédia de Medellín. Quase todos seus jogadores morreram quando o avião em que viajavam para disputar a final da Copa Sul-americana na Colômbia ficou sem combustível a poucos quilômetros do aeroporto de destino.

Desde 1964 a agência Prensa Latina realiza sua pesquisa de opinião sobre os “Melhores do Ano” no esporte regional. Nesta ocasião, emitiram seus votos 113 meios de imprensa de 20 países. O prêmio já foi outorgado a grandes figuras, como os cubanos Javier Sotomayor, Teófilo Stevenson, Ana Fidelia Quirot, Mireya Luis e Alberto Juantorena, os argentinos Diego Armando Maradona e Lionel Messi, o brasileiro Ayrton Senna e o brasileiro Ronaldinho Gaúcho.

 

Editado por Martha C. Moya
Comentários
Deixe um comentário
Contador de Visitas

4109623

  • maxima: 19729
  • yesterday: 3618
  • today: 1895
  • online: 214
  • total: 4109623