Chanceler espanhol, Zapatero e Moratinos assinaram livro de condolências por falecimento de Fidel

Havana, 2 de dezembro (RHC).- O ministro de Assuntos Exteriores e Cooperação da Espanha, Alfonso Dastis, foi à embaixada de Cuba nesse país para assinar o livro de condolências pelo falecimento do líder histórico da Revolução, Fidel Castro.
Com o propósito de homenagear ao líder histórico da Revolução cubana até a sede diplomática da ilha chegaram também o ex-presidente do Governo José Luis Rodríguez Zapatero e o outrora chanceler Miguel Ángel Moratinos.
Dastis foi recebido pelo embaixador de Havana em Madri, Eugenio Martínez, quem agradeceu o gesto do chefe da diplomacia espanhola de comparecer , informa a agência Prensa Latina.
Desde a passada segunda-feira, por essa representação desfilaram centenas de pessoas para tributar homenagem ao estadista, quem morreu na passada sexta-feira aos 90 anos de idade.
Políticos, intelectuais, sindicalistas, diplomatas e cidadãos de diferentes nacionalidades foram durante estes quatro dias à embaixada de Cuba na Espanha para expressar seu último adeus ao legendário revolucionário.

Editado por Martha C. Moya



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up