Chanceler de Portugal assina livro de condolências em Lisboa

Havana, 3 de dezembro (RHC).- O chanceler de Portugal, Augusto Santos Silva, assinou o livro de condolências aberto na embaixada cubana em Lisboa pelo falecimento de Fidel Castro.

Em nome do seu governo, expressou o pesar e destacou a contribuição do líder histórico à melhoria das relações entre os dois países. Fidel visitou Portugal duas vezes: a primeira em 1998 para assistir à 8ª Cúpula Ibero-americana, e a segunda em 2001 quando fez uma escala na capital. Nessa ocasião entrevistou-se com o então presidente Jorge Sampaio e o premiê Antonio Guterres.

Editado por Martha C. Moya



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up