Afirmam que medidas do governo brasileiro não aquecerão economia

Havana, 21 de dezembro (RHC).- O Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos do Brasil afirmou que o pacote de medidas anunciado pelo presidente Michel Temer não constitui um programa de incentivo à economia nem será capaz de aquecer a atividade produtiva.

A entidade apontou que a iniciativa não atinge as causas reais da queda no consumo familiar nem da deterioração da situação financeira das empresas. Indicou que são necessárias medidas para estimular o investimento, retomar o consumo interno no país e tirar a economia da recessão.

 

Editado por Martha C. Moya



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up