Maioria dos franceses acha que reforma trabalhista terá efeitos negativos

Havana, 19 de setembro (RHC).- A maioria dos franceses acredita que a reforma trabalhista impulsionada pelo governo terá um impacto negativo.

Pesquisa de opinião divulgada no jornal “Liberação” aponta que 68% dos entrevistados acha que o novo Código favorece as demissões e afeta o papel dos sindicatos.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up