Síria denuncia que grupos terroristas e sanções econômicas barram solução à crise

Havana, 28 de setembro (RHC).- O governo da Síria denunciou na ONU que a presença de grupos terroristas como o Estado Islâmico e as sanções econômicas impostas pelas potências ocidentais protelam uma solução à crise nesse país.

Falando numa sessão do Conselho de Segurança, o representante sírio no organismo internacional, Bashar Yafari, disse que a existência de dezenas de milhares de combatentes extremistas estrangeiros agrava a situação humanitária, e sublinhou que os terroristas utilizam a população civil como escudo humano.

O diplomata apontou que as punições econômicas agravam o sofrimento do povo sírio em matéria social, humanitária e de saúde.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up