Franceses voltam a protestar contra reforma trabalhista

Havana, 19 de outubro (RHC).- Dezenas de milhares de franceses foram às ruas nesta quinta-feira para protestar contra a reforma trabalhista aprovada pelo governo do presidente Emmanuel Macron.

A CGT, Central Geral do Trabalho, organizadora das manifestações, disse que em Paris se concentraram uns 25 mil cidadãos e em Marselha uns 20 mil. O líder da central sindical, Philippe Martínez, disse que o propósito é provocar um recuo na decisão das autoridades.

A reforma é criticada por tornar mais fáceis as demissões, reduzir os salários, degradar as condições de trabalho e restringir as possibilidades de defesa diante dos donos das empresas.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up