Rússia denuncia que caso Skripal busca justificar despesas da OTAN

Rússia denuncia que caso Skripal busca justificar despesas da OTAN.

Havana, 3 de abril (RHC).- O vice-chanceler da Rússia, Alexander Grushko, denunciou que o caso do envenenamento do ex-agente duplo russo Serguei Skripal em Londres busca justificar ante a opinião pública os enormes gastos da OTAN – Organização do Tratado do Atlântico Norte.

Grushko garantiu que a história montada em torno do incidente é falsa. “Em breve, os países da OTAN serão obrigados a explicar aonde vai parar o dinheiro, porque se trata de despesas enormes”, afirmou.

Hoje, a organização militar continental absorve 270 bilhões de euros, e o montante poderia chegar a 400 bilhões, equivalentes a 2% do PIB dessas nações. “Para aprovar essa cifra precisam da existência de um grande inimigo”, falou o vice-chanceler russo.

Por sua vez, o porta-voz do ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang, chamou as partes envolvidas a abandonar a mentalidade da Guerra Fria e a evitar o confronto. Pediu encontrar a verdade o antes possível e abordar as divergências sob o princípio do respeito mútuo e a coordenação sobre bases de igualdade.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up