Candidatos presidenciais mexicanos condenam intento dos EUA de militarizar fronteira comum

Candidatos presidenciais mexicanos condenam intento dos EUA de militarizar fronteira comum.

Havana, 5 de abril (RHC).- Os candidatos presidenciais mexicanos coincidiram em condenar a decisão do presidente dos EUA, Donald Trump, de estacionar tropas do Exército ao longo da fronteira comum para evitar a entrada de imigrantes sem documentos.

Em mensagens separadas, os candidatos Ricardo Anaya, José Antonio Meade e Andrés Manuel López Obrador chamaram à unidade nacional e rejeitaram a medida sob o argumento de que não é possível aceitar o uso da força e a militarização na solução de litígios entre nações.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up