Líder do Partido Trabalhista britânico acusa Chanceler de exagerar no caso Skrypal

Líder do Partido Trabalhista britânico acusa Chanceler de exagerar no caso Skrypal.

Havana, 5 de abril (RHC).- O líder do Partido Trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, acusou o ministro das Relações Exteriores, Boris Johnson, de fazer declarações sem base ao ter acusado a Rússia de envenenar o ex-agente duplo Serguei Skrypal e sua filha em Londres.

Em declarações aos jornalistas, Corbyn disse que o Chanceler cometeu um erro quando garantiu publicamente que cientistas do Reino Unido tinham provado que a substância utilizada provinha de instalações russas. Um porta-voz dos laboratórios britânicos de Porton Down acaba de admitir que não foi possível identificar sua origem.

“O ministro tem informação que não compartilhou com os laboratórios ou exagerou em suas declarações e contou ao mundo em termos categóricos o que acreditava que tinha acontecido, sem nenhuma evidência”, sublinhou o líder do Partido Trabalhista.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up