PT do Brasil denuncia que ex-presidente Lula é vítima de um sistema legal de exceção

Havana, 1º de setembro (RHC).- O PT – Partido dos Trabalhadores do Brasil denunciou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é vítima de um sistema legal de exceção e afim aos poderosos. Ontem, o TSE – Tribunal Supremo Eleitoral proibiu a candidatura de Lula nas eleições de outubro.

Ele pretende se reeleger, e para isso reivindica a posse de seus direitos políticos enquanto durar o processo de apelações no judiciário para anular a pena de 12 anos de cadeia por presumível corrupção e lavagem de dinheiro. O TSE baseou sua decisão na Lei de Ficha Limpa, que barra todo candidato condenado em segunda instância.

O PT garantiu que continuará lutando para que possa disputar o pleito e afirmou que o povo quer que volte à Presidência. Diz que a decisão de anular sua presença se sustenta na mentira e na arbitrariedade. A votação será em sete de outubro.

O Tribunal Supremo Eleitoral fez ouvidos moucos ao ditame do Comitê da ONU para os Direitos Humanos em torno do caso, favorável a manter a candidatura do ex-presidente brasileiro.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up