Venezuelanos rechaçam eventual intervenção militar

Havana, 17 de setembro (RHC).- Enquete da agência Hinterlaces indica que 88% dos venezuelanos rechaça uma eventual intervenção militar estrangeira no país e também as sanções econômicas impostas pelos EUA para  tratar de derrubar o governo do presidente Nicolás Maduro.

A pesquisa aponta que 84% dos cidadãos estão a favor do diálogo entre as duas nações. Na semana passada, o secretário-geral da OEA – Organização de Estados Americanos, Luis Almagro, falou publicamente da possibilidade de lançar uma agressão militar contra a Venezuela.

Na Colômbia, a Chancelaria confirmou que não aderiu à declaração do chamado Grupo de Lima contra uma medida desse tipo. Dos 14 países membros, 11 assinaram o texto, entre eles Brasil, Argentina e Chile. Eles externaram preocupação com os intentos de justificar uma intervenção militar ou ação violenta contra a Venezuela.

 

Editado por María Candela



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up