PT acusa juiz Sérgio Moro de interferir nas eleições presidenciais no Brasil

Havana, 2 de outubro (RHC).- O PT – Partido dos Trabalhadores acusou o juiz Sergio Moro de tratar de influir nas eleições presidenciais no Brasil e de encabeçar a perseguição judicial contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O PT considerou arbitrária e ilegal a decisão de suspender o sigilo sobre parte da delação premiada do ex-ministro Antonio Palocci à Polícia Federal, e sublinhou que o objetivo de Moro foi prejudicar a imagem do partido e do seu candidato Fernando Haddad. Ressaltou que a ação do juiz não tem nada a ver com a busca da verdade nem com os procedimentos legais, e sim tem fundo político.

Em carta publicada na mídia brasileira, enviada da penitenciária onde está cumprindo pena de 12 anos de cadeia por presumível corrupção, Lula afirma que só o voto do povo salvará o Brasil e exorta a apoiar o candidato do PT para modificar o modelo instaurado no país pelos que derrubaram a ex-chefe de Estado Dilma Rousseff.

Indicou que nas eleições presidenciais os cidadãos terão de optar entre a civilização e a barbárie, e garantiu que a democracia vencerá.

Editado por María Candela



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up