Rússia rejeita pretextos dos EUA para novas sanções

Havana, 8 de novembro (RHC).- A Rússia rechaçou os pretextos arvorados pelos EUA para tentar justificar as novas sanções aplicadas contra essa nação, que supostamente teria violado as leis norte-americanas sobre o controle de armas químicas.

Em coletiva de imprensa em Moscou, a porta-voz da Chancelaria, Maria Zarajova, chamou o governo norte-americano a deixar de fornecer armas químicas a grupos extremistas e não continuar emitindo acusações falsas. Lembrou que, antes, os EUA tinham falado em castigar a Rússia pelo envenenamento do ex-agente duplo Serguei Skripal, sem terem prova alguma disso.

A porta-voz da Chancelaria russa garantiu que há mais de um ano concluiu nessa nação o processo de destruição de seu arsenal químico. “Os EUA devem cumprir suas próprias leis e a Convenção de Armas Químicas antes de exigi-lo a outras nações”, indicou.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up