The New York Times revela novos detalhes do assassinato de jornalista no consulado saudita na Turquia

Havana, 13 de novembro (RHC).- O diário norte-americano “The New York Times” revelou novos detalhes do assassinato do jornalista Jamal Khashoggi no Consulado da Arábia Saudita em Istambul, na Turquia. Uma ligação telefônica de um dos membros da equipe de inteligência enviada para cometer o crime poderia envolver o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman.

Nela, o assassino pede a um superior comunicar ao chefe que a missão tinha sido cumprida. A gravação foi obtida pelas autoridades turcas. Khashoggi, um opositor da monarquia saudita, foi morto e esquartejado dentro do Consulado, aonde fora em busca de documentos para se casar.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up