Governo venezuelano considera prioridade reativar serviços básicos afetados por sabotagem

Havana, 12 de março (RHC).- O vice-presidente de Planejamento da Venezuela, Ricardo Menéndez, indicou que uma das prioridades do governo é reativar os serviços básicos à população afetados pela sabotagem da semana passada contra o sistema elétrico nacional. Em entrevista à rede Telesur, Menéndez mencionou o sistema de atenção à saúde, abastecimento de água e gás, e a distribuição de alimentos através dos CLAP – Comitês Locais de Abastecimento e Produção.

Por sua vez, o presidente da Assembleia Nacional Constituinte, Diosdado Cabello, disse que a oposição venezuelana é hipócrita e mentirosa por se encarregar de divulgar informações falsas sobre a presumível morte de pacientes em hospitais pela falta de luz. Em declarações à Rádio Nacional, Cabello denunciou que a direita opositora usa as redes sociais para envenenar a alma de muitas pessoas com fake news de impacto psicológico na sociedade.

Na Bolívia, o presidente Evo Morales disse que os ataques dos EUA contra a Venezuela têm como objetivo se apoderar dos recursos naturais, principalmente o petróleo. Reiterou sua solidariedade a essa nação e o compromisso do governo boliviano com a paz e a estabilidade regional.

Outras notícias indicam que o Departamento do Tesouro dos EUA impôs sanções ao banco russo Evrofinanz Mosnarbank por supostos vínculos com a estatal petroleira venezuelana PDVSA.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up