Noruega confirma contatos entre o governo venezuelano e a oposição

Havana, 17 de maio (RHC).- O ministério da Relações Exteriores da Noruega confirmou a realização de um encontro preliminar entre representantes do governo e da oposição de direita venezuelanos. O propósito é encontrar uma solução pacífica à situação atual no país sul-americano.

A informação indica que os contatos estão em fase exploratória, e ressalta o esforço de ambas as partes para instaurar uma mesa de negociações. Externa o apoio da Noruega para resolver o problema existente nesse país.

Sobre o assunto, o chanceler Jorge Arreaza agradeceu ao governo norueguês o apoio ao diálogo. “O presidente Nicolás Maduro e a Revolução Bolivariana expressam seu agradecimento à Noruega por seu apoio ao diálogo pela paz e a soberania”, postou Arreaza no Twitter.

Na Bolívia, o presidente Evo Morales criticou o governo dos EUA por ter violado o direito internacional com a estrada ilegal de efetivos da polícia no imóvel da embaixada da Venezuela em Washington. No Twitter, Morales afirma que a ação foi realizada para respaldar os enviados pelo autoproclamado presidente encarregado Juan Guaidó.

Por sua vez, o vice-chanceler da Venezuela para América do Norte, Carlos Ron, denunciou que os EUA querem minar a independência dessa nação e por isso invadiram violentamente a sede diplomática. Afirmou que a ação da polícia norte-americana gerou precedentes contra as demais embaixadas credenciadas nesse país. Não é a primeira vez que as autoridades dos EUA violam o direito internacional, apontou.

Em Caracas, o presidente venezuelano Nicolás Maduro anunciou a ampliação do programa de construção habitacional, e disse que o objetivo do governo é garantir a todos os cidadãos um teto digno. Maduro garantiu que o país tem os recursos necessários para empreender essa tarefa apesar da guerra econômica promovida pela direita local.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up