Pré-candidato presidencial argentino critica endividamento do país

Havana, 25 de junho (RHC).- Alberto Fernández, pré-candidato da Frente de Todos às eleições presidenciais na Argentina, criticou o endividamento endêmico do país e anunciou que se reunirá com uma missão do FMI – Fundo Monetário Internacional.

Fernández disse que receberá os funcionários para fazê-los compreender a gravidade do erro cometido ao emprestar dinheiro ao governo para que pagasse aos credores e contrabalançar o efeito da fuga de divisas. Analistas consideram que a operação fez aprofundar a recessão, piorou o mercado interno e cerceou a soberania dessa nação, entre outros efeitos nocivos.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up