China exige dos EUA cessar ingerência nos seus assuntos internos

Havana, 20 de julho (RHC).- A China exigiu dos EUA cessar a ingerência nos seus assuntos internos e sublinhou que essa prática prejudica as relações bilaterais.

Yeng Chuang, porta-voz do ministério das Relações Exteriores, rejeitou as declarações do vice-presidente norte-americano, Mike Pence, e do secretário de Estado, Mike Pompeo, sobre a política da nação asiática a respeito da religião e a liberdade de credo. Disse que as afirmações feitas numa palestra em Washington não têm fundamento e contrariam o bom-senso.

Chuang afirmou que na China existe plena liberdade religiosa, condizente com as leis, e o governo protege e respeita o credo de seus cidadãos e outros direitos relacionados com esse assunto.

 

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up