Uruguai afirma que não apoiará reeleição de Almagro à frente da OEA

Havana, 27 de julho (RHC).- O governo do Uruguai anunciou que não apoiará a reeleição de Luis Almagro como secretário-geral da OEA – Organização de Estados Americanos, por considerar que perdeu as condições para desempenhar essa função.

O chanceler Rodolfo Nin apontou que o assunto será examinado com as novas autoridades eleitas no país sul-americano durante o período de transição. Almagro assumiu a chefia da OEA em maio de 2015. Seu mandato conclui em março de 2020.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up