Prendem no México mafioso ligado ao desaparecimento dos 43 estudantes de Ayotzinapa

Havana, 2 de agosto (RHC).- As autoridades mexicanas informaram que foi preso o mafioso Sergio Mazari, chefe de uma gangue do crime organizado no estado de Guerrero. Conhecido pelo alcunha de El Carrete, é o líder do bando Los Rojos, que em setembro de 2014 sequestrou  43 estudantes da Escola Normal de Ayotzinapa, cujos corpos nunca foram encontrados.

Mazari é acusado de delinquência organizada e sequestro, entre outros crimes. Na operação para detê-lo agiram forças da Secretaria de Defesa Nacional e da Divisão de Inteligência da Polícia mexicana.

Outras notícias indicam que a Guarda Nacional vigiará 48 trechos da fronteira sul do México para tentar conter o fluxo de migrantes que entram no país de maneira irregular em sua viagem rumo aos EUA. Julio César Sánchez, diretor de Assuntos Especiais da Secretaria de Relações Exteriores, afirmou que o propósito é enfrentar os traficantes de pessoas que se instalaram nessa área.

 

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up