Nova Iorque processará o presidente dos EUA por modificar regras migratórias

Havana, 14 de agosto (RHC).- A Procuradora Geral de Nova Iorque, Leticia James, confirmou que vai processar o presidente dos EUA, Donald Trump, por ter modificado as leis migratórias prejudicando 31% das pessoas que moram no país sem ter a cidadania norte-americana.

Destacou que os ajustes na chamada Regra da Carga Pública do Departamento de Segurança Nacional impedem dar residência permanente ou vistos a muitas pessoas que buscam melhorar sua vida e a de seus parentes. É uma resolução indignante e irresponsável, sublinhou James.

A Procuradora Geral de Nova Iorque considera que milhares de crianças seriam condenadas a passar fome, e famílias completas ficariam sem atendimento médico.

As modificações entrarão em vigor em 15 de outubro. Os estrangeiros que tiverem seguro médico do Medicaid ou receberem bônus de alimentos, subsídios de moradia e outras formas de assistência pública seriam afetados pela medida.

 

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up