Venezuela denuncia perseguição financeira dos EUA

Havana, 20 de setembro (RHC).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, denunciou que o país é alvo de uma perseguição financeira no mundo em consequência do bloqueio imposto pelos EUA.

Em entrevista concedida ao programa de televisão do ex-presidente equatoriano Rafael Correa, Maduro disse que a nação entrou numa fase de economia de resistência por causa das medidas coercitivas unilaterais de Washington. Afirmou que a situação é complicada por causa das restrições impostas a processos internos.

O chefe de Estado denunciou o roubo de 30 bilhões de dólares que pertencem ao governo da Venezuela, que se vê impedido de abrir ou fechar contas em bancos no exterior, e de usar esse montante para importar produtos. O país está sob ameaça de um bloqueio naval norte-americano, apontou.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up