Venezuela rejeita ingerência da Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos

Havana, 23 de dezembro (RHC).- A Venezuela rechaçou as afirmações da Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos, Michele Bachelet, sobre o funcionamento das instituições nesse país, e considerou que se trata de uma ingerência nos assuntos internos.

A chancelaria venezuelana contestou, também, declarações do Alto Representante da União Europeia para Assuntos Exteriores e Política de Segurança, Yosep Borrell, sobre o assunto. Disse que a obsessão de ambas as instâncias internacionais mostra uma carência evidente de rigor diplomático e profissional.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up