Presidente da Argentina denuncia que Evo Morales foi derrubado na Bolívia por golpe de Estado

Havana, 2 de março (RHC).- O presidente da Argentina, Alberto Fernández, denunciou que o ex-mandatário Evo Morales foi derrubado na Bolívia por uma golpe de Estado.

No Twitter, referiu-se ao relatório publicado no jornal norte-americano “The Washington Post” que deixa evidente essa situação.

O informe, elaborado em conjunto com o Instituto Tecnológico de Massachusetts, demonstra que Evo ganhou as eleições presidenciais no ano passado com mais de 10 pontos de diferença, sem indícios de fraude. Fernández afirmou que na Bolívia violentou-se o Estado de direito com a manobra levada adiante pela oposição com a cumplicidade aberta da OEA – Organização de Estados Americanos.

Em Caracas, o chanceler venezuelano, Jorge Arreaza, responsabilizou o secretário-geral da OEA, Luis Almagro, pela violação dos direitos humanos depois do golpe na Bolívia. Disse que essa organização se envolveu no processo eleitoral para facilitar a manobra e apoiou a instalação de um governo de facto no país.

Por sua vez, na Bolívia, o candidato presidencial do MAS – Movimento ao Socialismo nas eleições de três de maio, Luis Arce, chamou à unidade como único caminho para garantir a justiça e estabilidade no país após o golpe de novembro passado. Exortou seus seguidores a enfrentar nas urnas uma oligarquia que almeja retomar o poder.

 

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up