Grupo de Puebla rejeita condenação do ex-presidente equatoriano Rafael Correa

Havana, 9 de abril (RHC).-O Grupo de Puebla denunciou a condenação de oito anos de cadeia ao ex-presidente equatoriano Rafael Correa por presumível corrupção durante seu mandato.

“Servindo-se da institucionalidade judicial, segmentos políticos reacionários atacam de novo o ex-presidente Correa, conseguindo uma sentença de prisão por oito anos e cassando seus direitos políticos por 25 anos”, aponta comunicado da organização. O texto indica que Correa é vítima do chamado “lawfare”, prática judicial impulsionada pela direita na região para perseguir dirigentes de esquerda através de processo ilegais. O propósito é inabilitar suas novas candidaturas políticas, afirma o Grupo de Puebla.

 

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up