Detido na Argentina ex-chefe de operações especiais de inteligência em meio a escândalo de espionagem

Havana, 22 de junho (RHC).- Na Argentina, o ex-chefe de Operações Especiais da Agência Federal de Inteligência, Alan Ruiz, foi detido pelas autoridades por estar envolvido numa rede de espionagem e vigilância ilegal contra políticos, funcionários, dirigentes sociais, jornalistas e outras pessoas durante o mandato do ex-presidente Mauricio Macri.

Entre os vigiados estava a ex-mandatária Cristina Fernández.

As investigações apontam que Ruiz era quem dava as ordens à equipe que em 2018 grampeou comunicações e teve na mira o Instituto Pátria e o prédio onde morava Fernández.

Ele trabalhou também para a ex-ministra de Segurança, Patricia Bullrich. Em 11 de junho passado, a atual vice-presidente argentina denunciou as operações ilegais.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up