China denuncia que restrições de visto dos EUA a membros do PC violam o direito internacional

Havana, 16 de julho (RHC).- A China denunciou que as eventuais restrições de visto pelo governo dos EUA contra membros do Partido Comunista dessa nação constituem uma violação do direito internacional. Hua Chunying, porta-voz da Chancelaria, disse que isso seria “uma pena” para as relações bilaterais.

“Se essas notícias forem certas, só deixariam claro quão patéticos são os EUA”, afirmou. Chunying disse que essa postura “não ajudará Washington a manter sua imagem de grande potência”.

Em Pequim, o Bureau Nacional de Estatísticas informou que o PIB – Produto Interno Bruto da China cresceu 3,2% de abril a junho deste ano.

Mesmo assim, no primeiro semestre o saldo foi negativo, com uma queda de 1,6%. A entidade ressaltou a tendência positiva da economia nos últimos meses, depois do baque provocado pela pandemia.

As previsões são de maior recuperação no que resta de 2020 graças ao controle sobre o coronavírus e à estabilização gradual das operações das empresas locais.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up