Analistas advertem de risco de “confronto militar não planejado” entre EUA e China

Havana, 21 de julho (RHC).- Analistas consultados pelo jornal “South China Morning Post”, editado em Hong Kong, advertiram sobre o risco de um “confronto militar não planejado” entre a China e os EUA em meio à crescente disputa econômica e tecnológica entre ambos, que gerou um clima semelhante ao da outrora “Guerra Fria”.

O governo norte-americano responsabiliza as autoridades chinesas pela pandemia do Sars-Cov2 e arvora inúmeras acusações em torno da situação no mar do sul da China, Taiwan, Hong Kong, a região de Xinjiang e a companhia Huawei, entre outros assuntos.

Recentemente, o diretor do Instituto de Relações Internacionais Contemporâneas da China, Yuan Peng, disse acreditar que a nação asiática “deveria se preparar para um confronto armado” em grande escala com os EUA, levando em conta a crescente hostilidade de Washington.

Nesse contexto, oito embarcações de guerra dos EUA e da Índia fizeram manobras navais no oceano Índico, entre elas o porta-aviões norte-americano “Nimitz”. Eles realizaram operações de treinamento conjunto no estreito de Malaca, por onde passa uma das rotas marítimas mais importantes do mundo, inclusa a do comércio entre Europa e China.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up