Rússia e China reduzem uso do dólar norte-americano no comércio bilateral

Havana, 29 de julho (RHC).- O uso do dólar norte-americano no comércio entre a Rússia e China caiu 5% no primeiro trimestre de 2020, dando continuidade à tendência iniciada há cinco anos.

Os dois países têm implantado medidas para diminuir a dependência dessa moeda no setor financeiro ante as constantes ameaças e ações hostis dos EUA no âmbito da economia.

Em 2015, o dólar estadunidense foi utilizado em cerca de 90% dos acordos comerciais russo-chineses, porém, em 2019 essa proporção caiu para 51%, e no primeiro trimestre deste ano foi de apenas 46%, segundo matéria veiculada pela agência “Izvestia”. A moeda foi substituída pelo euro e o yuan chinês, e em menor medida pelo rublo russo.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up