Governo de facto na Bolívia ameaça com reprimir protestos

Havana, 7 de agosto (RHC).- O governo de facto da Bolívia ameaçou com reprimir os protestos de organizações sociais contra o adiamento das eleições gerais nesse país.

As autoridades indicaram que vão agir para desbloquear as rodovias em vários pontos do território nacional.

Em comunicado, a Federação de Associações Municipais da Bolívia se ofereceu como mediadora entre os sindicatos mobilizados e o Tribunal Supremo Eleitoral. As eleições foram proteladas de seis de setembro a 18 de outubro sob o pretexto do alto risco de contágio da Covid-19.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up