Partido Congresso Nacional Africano rechaça ofensas de Trump a Nelson Mandela

Havana, 11 de setembro (RHC).- O partido Congresso Nacional Africano, da África do Sul, considerou ofensivas e racistas as opiniões do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre o líder da luta contra a segregação racial e primeiro chefe de Estado negro da nação, Nelson Mandela.

O comunicado afirma que Trump é a pessoa mais “divisiva, misógina e desrespeitosa” que tenha ocupado a Casa Branca.

No livro “Desleal: umas memórias”, o ex-advogado pessoal de Trump, Michael Coen, revela que o magnata desprezava Mandela, falecido em 2013, e chegou a dizer com palavras grossas que não era um líder e que tinha destruído a África do Sul.

“Todas as pessoas amantes da liberdade no mundo estão horrorizadas por esses insultos, que provêm de uma pessoa que não é modelo de liderança competente”, aponta a nota do Congresso Nacional Africano.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up