Presidente López Obrador exorta EUA a investigarem eventuais delitos da DEA no México

Havana, 20 de outubro (RHC).- O presidente Andrés Manuel López Obrador exortou os EUA a investigarem eventuais delitos cometidos pela DEA – Agência Antidrogas norte-americana em território do México.

Ele abordou o assunto ao comentar as acusações contra altos funcionários mexicanos, como o ex-secretário de Defesa, Salvador Cienfuegos, detido há poucos dias em Los Ángeles.

“A DEA estava completamente metida na Secretaria de Marinha. Existia uma operação conjunta entre os dois governos”, indicou.

López Obrador criticou o fato de as autoridades norte-americanas não compartilharem informações sobre esse tipo de investigação, e disse que vai esperar os resultados para tomar uma decisão em torno dos eventuais laços do ex-presidente Enrique Peña Nieto com este caso.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up