Ex-presidente Evo Morales voltará à Bolívia em nove de novembro

Evo Morales regresará a Bolivia el nueve de noviembre venidero.

Havana, 28 de outubro (RHC).- O ex-presidente Evo Morales voltará à Bolívia em nove de novembro, no dia seguinte da posse do mandatário eleito Luis Arce, representante do MAS – Movimento ao Socialismo.

O anúncio foi feito por Andrónico Rodríguez, senador eleito e vice das Seis Federações do Trópico de Cochabamba, em entrevista concedida à rede de televisão Telesur.

Informou que dois dias depois viajará a Cochabamba, de onde partiu para o exterior no final do ano passado após ter sido obrigado a renunciar em meio a um golpe de Estado que instaurou um regime de facto nesse país.

Evo tinha sido reeleito para um novo mandato, mas abriu mão do posto para evitar um desfecho sangrento da crise gerada por falsas acusações de fraude na contagem dos votos. O complô teve a participação dos EUA e da OEA – Organização de Estados Americanos.

Ontem, o Tribunal Supremo Eleitoral da Bolívia entregou as credenciais dos novos membros da Assembleia Legislativa Plurinacional. O titular da corte, Salvador Romero, destacou que 52% das 166 cadeiras são ocupadas por mulheres. O Senado tem 36 integrantes, e a Câmara Baixa 130. Em ambas, o mandato é de cinco anos, igual que o do novo chefe de Estado.

O MAS – Movimento ao Socialismo, do ex-presidente Evo Morales, tem maioria com 21 senadores e 75 deputados. Porém, terá de buscar apoio de outras organizações políticas para aprovar normas que precisarem de dois terços do total de votos. Os sete eleitos em jurisdições indígenas pertencem ao MAS.

Editado por Lorena Viñas Rodríguez



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up