Reunião Ministerial do Movimento de Países Não Alinhados começa em Argel

Havana, 28 maio (RHC).- Com a participação de 80 chanceleres e representantes de organismos internacionais, começou em Argel a 17a reunião ministerial do Movimento de Países Não Alinhados, que debaterá, entre outros temas, o terrorismo, a crise na Palestina, o bloqueio a Cuba e as agressões contra a Venezuela.

A delegação de Cuba vai reiterar o rechaço ao bloqueio econômico imposto pelos Estados Unidos, condenado praticamente por todas as nações do planeta.

O chanceler venezuelano Elias Jaua adiantou que denunciará as agressões de Washington contra o governo constitucional do presidente Nicolás Maduro, como a intromissão nos assuntos internos do país.

Por sua vez, o ministro palestino das Relações Exteriores, Rihad Malki, falará sobre o caso dos compatriotas presos em cárceres israelenses e que estão em greve de fome há 36 dias.

A reunião de chanceleres prepara a Cúpula dos Não Alinhados que acontecerá em 2015, na Venezuela, país que assumirá a presidência da organização por três anos.

 

Editado por Juan Leandro



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up