Chanceleres de países não alinhados condenam uso da força unilateral

Havana, 30 maio (RHC).- A 17a reunião de chanceleres do Movimento de Países Não Alinhados, encerrada na quinta-feira em Argel, condenou o uso da força unilateral como estratégia política contra os países do Terceiro Mundo.

A Declaração final destaca que essa política e a escalada do terrorismo constituem um desafio para os membros do bloco na defesa de sua soberania, independência e integridade territorial.

A Conferência Ministerial advogou pela democratização do Conselho de Segurança da ONU e se pronunciou contra o bloqueio norte-americano a Cuba, a ingerência dos Estados Unidos nos assuntos domésticos da Venezuela e a ocupação militar israelense da Palestina.

A Declaração de Argel será a base dos trabalhos da próxima cúpula dos Não Alinhados, que acontecerá em 2015, em Caracas, capital da Venezuela.

Editado por Juan Leandro



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up