Professores decretam greve no México pelo desaparecimento de estudantes

Havana, 9 de outubro (RHC).- Professores do estado mexicano de Guerrero decretaram uma greve por tempo não determinado em solidariedade aos estudantes desaparecidos no município de Iguala.

Os filiados da Coordenadora Nacional de Trabalhadores da Educação condenaram o assassinato de seis pessoas da Escola Normal Ayotzinapa, deles três jovens, e o desaparecimento de 43 alunos desse centro de formação de professores rurais no final do mês passado.

Mais de 10.000 manifestantes saíram às ruas em Chilpancingo, capital de Guerrero, para exigir castigo aos responsáveis pelos incidentes. Demonstrações semelhantes ocorreram na Cidade do México e outras localidades.

 

Editado por Juan Leandro



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up