ONU examinará desaparecimentos forçados no México

Havana, 30 de janeiro (RHC).- O Comitê da ONU sobre Desaparecimentos Forçados examinará a situação no México, onde há mais de 22.000 pessoas registradas como não-localizadas.

O país foi abalado pelo sequestro e desaparecimento de 43 estudantes de uma escola formadora de professores rurais, em setembro passado. Especialistas de várias nações abordarão o assunto junto com uma delegação mexicana com vistas a monitorar a aplicação da convenção internacional sobre essa questão.

Editado por Juan Leandro



Comentários


Deixe um comentário
Todos os campos são requeridos
Não será publicado
captcha challenge
up